.

Colabore com ideias, faça comentários, dê sua opinião! Mande-nos um e-mail! Obrigado por nos visitar!

Blog

Este é o blogue do programa "Diocese a Caminho", serviço da rede de comunicação da Diocese de Jales, apresentado aos Sábados às 8h, na Rádio Assunção de Jales, AM 740 KHs. É um programa de notícias, reflexões e informações da Igreja Católica.

E-MAIL: dioceseacaminho@gmail.com

ENCONTRO VOCACIONAL DIOCESANO


 Será realizado neste final de semana, dias 25 e 26 de junho, o "Encontro Vocacional Diocesano" para os vocacionados - meninos e meninas - e para os agentes vocacionais da Diocese de Jales. 

O local do encontro, promovido pelo Serviço de Animação Vocacional - Pastoral Vocacional (SAV-PV) da nossa Diocese, é a Escola Vocacional, em Jales. 

No dia 25 começa o encontro vocacional masculino com início às 14h30. E no dia 26 a partir das 7h30 o encontro vocacional feminino e o encontro com os agentes da Pastoral Vocacional. 

Com os meninos será refletido sobre a Vocação na Palavra de Deus: o chamado dos profetas e de Maria, com a intenção de dar continuidade ao projeto de proporcionar um itinerário vocacional com reflexões que possibilitem um discernimento vocacional por etapas gradativas. 

As meninas fica sob os cuidados e acompanhamento das religiosas que estão em nossa diocese, elas também estão preparando tudo com muito carinho. 

Com os Agentes vocacionais será refletido a Carta do Papa, feito o repasse da 33ª Assembleia Vocacional do Regional Sul 1 e momento de reflexão mariano, inspirado no livro "O Jeito de Maria" do Pe. Gilson Maia que foi assessor da 33ª Assembleia e que traz uma mensagem que destaca e desperta a dimensão mariana do Serviço de Animação Vocacional. 

Ah... Dom Demétrio também terá um momento especial e este será um ponto de unidade que reunirá todos no Santuário da Trindade para ouvir o que nosso Bispo tem a dizer. 

Além de todos estes momentos especiais, não faltará momentos de oração, adoração e partilha de vida.



 Cristo te ama e te chama! Ele conta contigo!

Paz e Bem!!!


Reze conosco a Oração ao Sagrado Coração de Jesus




Sagrado Coração de Jesus, eu me consagro inteiramente a vós: minha pessoa, minha vida, minhas ações, trabalhos e sofrimentos a fim de empregar tudo quanto sou e tenho unicamente para colaborar convosco na construção de novos céus e de uma nova terra. Ó Coração Sagrado, eu vos escolho para único objeto do meu amor, para protetor da minha vida, amparo de minha fragilidade e incostância, reparação de todas as minhas faltas e auxílio seguro na hora de minha morte. Coração de Jesus, ternura e bondade! Eu quero que toda a minha felicidade seja viver e morrer no vosso serviço, dedicando-me aos meus irmãos. 

Amém!

SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS



A devoção ao Coração de Jesus existe desde os primeiros tempos da Igreja, desde que se meditava no lado e no Coração aberto de Jesus, de onde saiu sangue e água. Desse Coração nasceu a Igreja e por esse Coração foram abertas as portas do Céu.

Pio XII salienta que é o próprio Jesus que toma a iniciativa de nos apresentar o Seu Coração como fonte de restauração e de paz: “Vinde a mim, todos vós, que estais cansados e oprimidos, que Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração e encontrareis descanso para o vosso espírito. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mt. 11, 28-30)

Origem da Devoção

A devoção ao Sagrado Coração tem sua origem na própria Sagrada Escritura. O coração é um dos modos para falar do infinito amor de Deus por você. Este amor chega a seu ponto alto com a vinda de Jesus.

A devoção ao Sagrado Coração aparece em dois acontecimentos fortes do evangelho: o gesto de São João, discípulo amado, encostando a sua cabeça em Jesus durante a última ceia (cf. Jo 13,23); e na cruz, onde o soldado abriu o lado de Jesus com uma lança (cf. Jo 19,34). Em um temos o consolo pela dor da véspera de sua morte, e no outro, o sofrimento causado pelos pecados da humanidade. Estes dois exemplos do evangelho nos ajudam a entender o apelo de Jesus, feito em 1675, a Santa Margarida Maria Alacoque:

"Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios, indiferenças...

Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando neste dia e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo, para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares.

E prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino Amor sobre os que tributem esta divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada."

O papa João Paulo II sempre cultivou esta devoção, e a incentivava a todos que desejassem crescer na amizade com Jesus.



O Sagrado Coração de Jesus e Santa Maria Alacoque

O Sagrado Coração de Jesus apareceu a Santa Margarida Maria Alacoque, jovem religiosa da Ordem da Visitação, para transmitir sua mensagem de misericórdia e confiança, expressa no coração humano e divino do Verbo Encarnado. O Culto ao Sagrado Coração de Jesus obteve, a partir de então, grande impulso e espalhou-se por toda a Igreja.

Santa Margarida Maria, que recebeu a missão de espalhar pelo mundo a devoção ao Sagrado Coração ofendido pela ingratidão dos homens, foi incompreendida e perseguida, até que a Providência colocou em seu caminho o jesuíta São Cláudio La Colombière, que lhe deu orientação segura e conseguiu fazer com que sua mensagem começasse a ser vista com outros olhos. Canonizada em 1920, sua festa é celebrada no dia 16 de outubro.

VATICANO DEBATERÁ CÉLULAS TRONCO



O Pontifício Conselho da Cultura do Vaticano promoverá em novembro deste ano um congresso para discutir as pesquisas e terapias com células-tronco adultas. A proposta é abordar a potenciabilidade, a viabilidade, o impacto cultural e as questões éticas concernentes a esse campo da medicina.

Os esclarecimentos sobre a Convenção foram feitos
 pelo Reverendo Tomasz Trafny e
 pela cientista Robin L. Smith
Sob o tema "Células-tronco adultas: a ciência e o futuro do homem e da cultura", o Congresso Internacional terá duração de três dias e reunirá bispos, médicos, cientistas e políticos em debates interdisciplinares sobre a segurança, a eficácia e a ética no uso das células-tronco adultas, em confronto com as células-tronco embrionárias. 

O Congresso é promovido pelo Departamento "Ciências e Fé" do dicastério e pela NeoStem Inc., empresa biofarmacêutica internacional, em colaboração com o Pontifício Conselho para a Pastoral no Campo da Saúde e a Pontifícia Academia para a Vida, com apoio da Pontifícia Academia das Ciências.

O objetivo principal da pesquisa sobre as células-tronco adultas é enfrentar o problema das doenças degenerativas e pensar as potencialidades da ciência médica. O projeto proposto pelo Vaticano, segundo os organizadores, demonstra a maior eficácia e segurança das células-tronco adultas, em contraposição às embrionárias. O uso das células-tronco adultas nas terapias de diversas doenças como a leucemia resolve o problema ético que compreende o uso das células-tronco embrionárias, afirmam. Robin L. Smith, presidente e CEO da NeoStem Inc., lembrou na coletiva que a maior eficácia das células-tronco adultas é demonstrada no transplante de osso para o qual as células-tronco embrionárias não têm nenhum resultado positivo.

Em novembro, estarão na "primeira fila" do Congresso os bispos, para entender melhor o tema, seguidos dos cientistas e políticos, principalmente ministros da saúde dos países e também os embaixadores credenciados junto à Santa Sé. O debate não será somente para os especialistas que representam o pensamento de acordo com o ensinamento da Igreja Católica, e envolverá também especialistas em células-tronco embrionárias. Assim, o Vaticano pretende dar uma ampla perspectiva da problemática.

O Congresso quer ser um estímulo para um projeto maior no futuro, que envolverá a instituição de uma fundação para a pesquisa e patrocínio de diversas outras iniciativas no mundo, bem como projetos acadêmicos para "ajudar os estudantes das Universidades Pontifícias e instituições educacionais católicas a indagar sobre temas ligados à relação entre as ciências naturais e humanas em um possível quadro da pesquisa interdisciplinar", acrescentou Don Trafny.

FESTA DE CORPUS CHRISTI E O COMPROMISSO COM A CARIDADE


A festa de Corpus Christi é oportuna para enfeitar as ruas com temas de nossa fé eucarística e também sermos caridosos e solidários com nosso próximo.


Muitas Paróquias de nossa diocese recolhe doações de alimentos não perecíveis para que, posteriormente, sejam encaminhadas as famílias carentes, necessitadas de apoio - da nossa  Partilha.

"...em tudo a caridade.", façamos também o nosso gesto de doação de vida ao nosso próximo!!!

AFINAL..."O mistério eucarístico é a doação que Jesus Cristo faz de si mesmo, revelando-nos o amor infinito de Deus por cada homem!




A TRANSFORMAÇÃO DO PÃO E DO VINHO... EIS O MISTÉRIO DE NOSSA FÉ!!!

"CORPUS CHRISTI" A FESTA DA EUCARISTIA - ORIGEM E HISTÓRIA



Corpus Christi é uma expressão latina que significa “Corpo de Cristo”. A expressão dá nome à Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, na qual se celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia. Tal evento é fruto da devoção eucarística medieval ocidental, que surgiu para combater heresias no século XI que negavam a presença de Cristo na eucaristia. Em 1215 a palavra “transubstanciação” foi usada pela primeira vez: “O Corpo e o Sangue de Cristo, no Sacramento do Altar, estão verdadeiramente contidos sob as espécies do pão e do vinho, transubstanciados o pão, no Corpo, e o vinho, no Sangue, pelo poder divino” (Concílio Ecumênico de Latrão).
   
Nesse contexto, Santa Juliana de Mont Cornillon tinha visões de Jesus, que lhe manifestava a necessidade de uma comemoração especial em honra ao Santíssimo Sacramento. Surgia, assim, a Festa de Corpus Christi, celebrada pela primeira vez em Liége, na Bélgica, por volta de 1240.
   
Duas décadas mais tarde, o Papa Urbano IV, na Bula Papal Trasnsiturus de hoc mundo, estendeu a festa a toda a Igreja, solicitando a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que até hoje são usados durante a celebração. Essa solenidade acontece na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade. Esta, por sua vez, é celebrada no domingo após a Festa de Pentecostes (cinquenta dias após o domingo de Páscoa). É uma festa teológica, ou seja, não se refere a um evento histórico, mas exalta a profissão de fé na presença real de Cristo na Eucaristia. Mais tarde, o Concílio Vaticano II, além de incluir a menção ao sangue de Cristo nessa celebração, adiciona uma riqueza de textos bíblicos e prefácios, que conduzem à visão do mistério eucarístico em todos os seus aspectos.
   
Ao celebrar essa solenidade, devemos retornar às origens da espiritualidade refeição comunitária, o partir do pão entre os irmãos, nos leva a comungar o corpo e o sangue de Cristo, tornando-nos uma partícula eucarística dentro da sociedade em que vivemos.

A solenidade de Corpus Christi é um apelo aos discípulos de Jesus para resgatar o corpo como lugar privilegiado do encontro com Deus e com os irmãos. É na valorização de nosso corpo, enquanto sacramento, que Jesus Ressuscitado continua vivo com seu corpo glorioso. “Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim” (I Coríntios 11,24).


(fonte :  Revista Ave Maria)

EM NOSSA PROGRAMAÇÃO...


Olá... 

O programa de ontem, 18, estava recheado de entrevistas... Tudo para você ficar por dentro do que está sendo realizado em nossa Diocese. 

ENCONTRO DIOCESANO DE MINISTROS INSTITUÍDOS:
Conversamos com o Noel, de Jales, que nos informou sobre a caminhada destes, que assumem o ministério instituído, e assim participam do ministério de Cristo. Como diz no Plano de Pastoral: "Assumir essa missão é um caminho para a consolidação adequada do exercício do ministério de Cristo em nossa Igreja particular." O encontro está sendo realizado hoje na Escola vocacional, em Jales, dia em que celebramos a 'Santíssima Trindade'. Um dos assuntos que serão refletidos são as orientações e grande valor que a Diocese de Jales atribui aos ministros contidas no Plano de Pastoral.



ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA AGENTES DA PASTORAL DA SOBRIEDADE: 
Pe Geraldo, coordenador diocesano destaca a importância desta pastoral que é uma ação concreta da Igreja de evangelização pela busca da Sobriedade como um modo de vida. Pela Terapia do Amor trata todo e qualquer tipo de dependência. Propõe mudança. Valoriza a pessoa humana. 
Então o encontro com os agentes Será realiado na Escola vocacional, em Jales, no próximo final de semana.

CARITAS DIOCESANA REALIZA ENCONTRO E CONVOCA PASTORAIS E ENTIDADES:
Iluminados pelo que nos diz Jesus: "Que todos tenham vida e vida em abundância.", nossa Igreja assume o compromisso com a vida, em garantir a dignidade humana, trabalhando as dimensões do amor, do cuidado, da caridade em ações concretas por meio da Caritas.
Conversando com a Yone, representante diocesana, pudemos perceber o desafio que este organismo da igreja assumiu. Uma das metas é implantar e/ou fortalecer a Caritas a nível paroquial. Em  nossa diocese já existe, graças a Deus, um trabalho bem expressivo.
O encontro que será realizado no próximo sábado, 25, a partir das 14h, na Escola vocacional, reunirá as Caritas Paroquiais, as Pastorais sociais e Entidades assistenciais.



Paz  e Bem!!!




HOJE É DIA DO MIGRANTE


por Dom Luiz Demétrio Valentini
Bispo de Jales - SP





Este domingo, por anteceder ao dia vinte de junho, é o Dia Nacional do Migrante,  segundo o calendário pastoral da CNBB. Isto significa que a Igreja faz questão de colocar a realidade migratória no contexto do domingo, dia destinado à celebração do mistério cristão. Colocado o domingo como referência, fica fácil ampliá-la para uma semana, como de fato se tornou tradição do Serviço Pastoral dos Migrantes, incumbido pela CNBB para  acompanhar de perto os problemas vividos pelos migrantes em nosso país, nos diversos contextos em que se encontram. Em cada ano, precedendo o dia 20 de junho, se realiza a “Semana do Migrante”.

Quando a celebração é de um dia só, a data se limita a ser uma efeméride vazia, como existe dia para tudo no calendário da ONU!  Mas quando se propõe uma semana, é para encarar a realidade com mais atenção, entender o que ela nos diz, e tomar as providências que ela nos sugere.

Que a realidade migratória é complexa, se comprova pelo fato da própria bíblia ter assumido um paradigma migratório como sujeito representativo da humanidade. Seja individualmente, na pessoa de Abraão. “Meu pai era um arameu errante”, diz o livro do Deuteronômio (26, 05).  Seja coletivamente, na experiência do povo de Israel, que forjou sua identidade nacional na experiência da penosa e longa migração através do deserto, saindo da escravidão do Egito, em busca de sua libertação humana e espiritual.

A realidade migratória acaba expressando a problemática humana, que perdura ao longo da história.

Entre tantas facetas do problema migratório, sempre inquietou uma contradição que perdura e se acentua cada vez mais. No mundo globalizado de hoje, o sistema econômico mundial faz questão de defender, e de exigir, a absoluta liberdade de migração dos capitais, enquanto forja obstáculos cada vez maiores para impedir a migração dos trabalhadores.

Não é nenhuma indiscrição perguntar por que. Pois se temos o dever de dar a razão doe nossas esperanças, como São Pedro nos anima a fazer, temos também o direito de saber as razões de nossas desgraças.

Olhando a grande facilidade que tem hoje o capital, sobretudo o financeiro, de buscar as aplicações que mais lhe garantam dividendos, seja onde for, em qualquer bolsa de valores ou em qualquer banco do mundo, compreendemos que ele se move na busca do lucro maior que ele pode auferir. Assim, a grande migração de capitais especulativos, tem a cândida e evidente razão do lucro, que os move e direciona.

Ao passo que a tenaz, e cada vez mais sofisticada política de coibir os fluxos migratórios humanos, se entende a partir do objetivo de impedir que mais pessoas venham auferir as vantagens do sistema econômico globalizado.

Assim, no topo da globalização, encontramos a mesma tensão das origens do capitalismo: quanto menos se remunera o trabalho, mais dividendos sobram para o capital. Estamos ainda no mesmo mundo.

Com uma diferença a ser advertida com seriedade. Tempos atrás os prejudicados eram os trabalhadores, considerados singularmente. Agora os prejudicados podem ser os países. Pois com a mesma facilidade com que vêm, os capitais podem sair de um determinado país, quando eles não têm mais vantagens de lá permanecer. Este cenário começa a se desenhar quando se verifica uma forte tendência à desnacionalização da indústria, e também da agricultura, e em estágio mais grave quando se acentua o processo de desindustrialização de um determinado país.

É muito conveniente que o Governo comece a fazer as contas, para verificar a quantas anda nossa dependência externa, e em que medida se acentua o processo de desindustrialização do Brasil.

Assim, os migrantes continuam cumprindo sua saga, mas também seu indispensável serviço de alerta sobre os rumos da humanidade. Eles continuam testemunhando que o mundo ainda não entrou nos eixos da fraternidade.

7º MUTIRÃO BRASILEIRO DE COMUNICAÇÃO

Entre os dias 17 e 22 de julho de 2011, a Arquidiocese de São Sebastião e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, com o apoio do Regional Leste 1, realizam o 7º Mutirão Brasileiro de Comunicação. Os mutirões são promovidos, a cada dois anos, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e buscam refletir sobre os meios e processos de comunicação tanto na Igreja, quanto na Sociedade. Nesta edição, as discussões terão como tema motivador “Comunicação e Vida: Diversidade e Mobilidades”.

Mais informações no site: www.muticom.com


video

Paz e  Bem!!!

CAMPANHA DA FRATERNIDADE EM PAUTA


Um dos assuntos decididos na reunião do Conselho Episcopal Pastoral da CNBB (Consep) foi, justamente, a Campanha da Fraternidade (CF). Foram tomadas providências devidas para a CF-2012 e decidido o tema para a CF-2013. 
Você sabia: a escolha dos temas da Campanha da Fraternidade é feita com antecedência de dois anos.



CONSEP APROVA TEXTO-BASE E CARTAZ DA CF-2012

O Conselho Episcopal Pastoral da CNBB (Consep) aprovou, nesta quarta-feira, 15, o cartaz da Campanha da Fraternidade 2012, que vai discutir o tema “Fraternidade e a Saúde Pública” sob o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra".



O texto foi estudado, na terça-feira, 14, pelos bispos do Consep, juntamente com os secretários e assessores executivos da CNBB, que apresentaram sugestões ao texto. O coordenador da Pastoral da Saúde, André Luiz de Oliveira, também apresentou aos bispos dados sobre a saúde no país.

Cartaz
Os bispos escolheram também o cartaz de divulgação da Campanha. A peça vencedora é do publicitário Marcelo Jacynto de Godoy, de Campinas (SP). Ele concorreu com mais de 70 cartazes que participaram do concurso promovido pela CNBB.

O texto-base e o cartaz serão lançados no dia 7 de julho, em São Paulo. A publicação será feita pelas Edições CNBB.


JUVENTUDE SERÁ O TEMA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE DE 2013

“Fraternidade e Juventude”. Este será o tema da Campanha da Fraternidade de 2013. A escolha foi feita na última quarta feira, 15, pelo Conselho Episcopal Pastoral, que está reunido desde terça feira, 13, na sede da CNBB.

O tema foi proposto pelo Setor Juventude da CNBB, que recolheu cerca de 300 mil assinaturas junto aos jovens do Brasil. O lema será escolhido na próxima reunião. 

Esta será a segunda Campanha da Fraternidade sobre a Juventude. A primeira foi realizada em 1992 com o lema “Juventude, caminho aberto”.

(fonte: CNBB)

Paz e Bem!!!


LANÇAMENTO OFICIAL DO LIVRO DE DOM DEMÉTRIO SOBRE O CONCÍLIO VATICANO II



 Acaba de ser lançado, pelas Edições Paulinas, o livro de D. Demétrio Valentini, Bispo de Jales-SP, sobre o Concílio Vaticano II, com o título: “REVISITAR O CONCÍLIO VATICANO II”.

A obra chega em boa hora, tendo em vista a proximidade da celebração dos 50 anos do Concílio.  A própria CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), em sua última assembléia, propôs uma sequência de celebrações para recordar os quatro anos de sessões conciliares.

De tal modo que o livro vem ao encontro desta iniciativa, recuperando a memória dos tempos de intensa participação eclesial que o Concílio Vaticano II desencadeou.

Concílio Vaticano II

Em dez breves mas densos capítulos, D. Demétrio descreve o anúncio do Concílio pelo Papa João 23, os preparativos para este evento excepcional, os temas abordados, o espírito do Concílio, suas idéias-chave, seus momentos decisivos, sua organização interna, e seus documentos finais, ressaltando o grande envolvimento produzido por esse Concílio. 


O livro está sendo difundido pelas Edições Paulinas, e seu título abre caminho para uma série de obras, numa coleção que levará o título dado por D. Demétrio ao seu livro: “Revisitar o Concílio”.

Na próxima semana, no dia 14 à noite, será realizado o lançamento do livro de Dom Demétrio, na Casa do Poeta, em Jales. Nesse dia haverá uma sessão de autógrafos para o livro que será oferecido com o preço especial de lançamento. 

O livro já foi lançado na assembléia da CNBB, ocasião em que foi recomendado como um dos subsídios para a celebração do jubileu dos 50 anos do Concílio Vaticano II.

Dom Demétrio Valentini
O livro nasceu da experiência pessoal de D. Demétrio, que acompanhou de perto este grande acontecimento, como estudante de teologia em Roma, onde pôde seguir todos os passos do Concílio Vaticano II.  Um raro depoimento, pois dos bispos que participaram do Concílio Vaticano II já não se encontra nenhum que ainda seja bispo titular de uma diocese.  

Dom Demétrio foi convidado para relatar sua experiência na “jornada teológica andina”, que será realizada no mês de outubro deste ano na Colômbia. 

CLERO DA DIOCESE SE REUNE NESTA SEMANA


Na próxima terça e quarta-feira, estarão reunidos na Escola Vocacional em Jales os padres, irmãs e o bispo de nossa diocese, para mais uma reunião do clero.

Nessa reunião, os participantes vão estudar temas de liturgia e aplicações pastorais quanto aos sacramentos.
Será conhecida as Novas Diretrizes da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e o clero irá preparar o esquema para a Assembléia Diocesana, a começar pelo Curso Diocesano no mês de agosto.

Ainda, nessa reunião, serão tratados vários outros assuntos, entre os quais se destacam o Tríduo Missionário Diocesano para o mês de julho e as tarefas para a Romaria diocesana.

FESTA DE PENTECOSTES REANIMA E FORTALECE AS COMUNIDADES



Neste domingo celebramos a Solenidade de Pentecostes. Pentecostes é a festa da passagem do medo ao entusiasmo. Pentecostes é a festa do ORDENAMENTO, pois os discípulos receberam o Espírito Santo que possibilitou a comunicação nas diferentes línguas e realidades. Daí perguntemo-nos: Se o Espírito Santo possibilita as conexões e a unidade: Qual é o espaço que ele tem em minha vida?

O evangelho deste domingo narra o anoitecer de um tenebroso início de semana, de carência de Espírito. Domingo em que os discípulos estavam reunidos, com medo e com as portas fechadas. Temor real, pois as forças contrárias a vida tinham assassinado na Cruz o autor da vida e perseguido seus seguidores. De repente o Cristo Ressuscitado colocou-se no meio deles mostrando as mãos e o lado, os sinais dos pregos e o furo da lança e os saúda: “A PAZ ESTEJA CONVOSCO”. E ordenou: “Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. E disse: “'Recebei' o Espírito Santo e o dom de perdoar os pecados”. Para os discípulos era difícil definir aquela animadora experiência. Somente a força do vendo e do fogo conseguiam definir aquelas cenas animadoras de ver o Cristo que tinha sido mutilado ressurgir glorioso e os animar. O dado concreto desta experiência é que o entusiasmo ocupou o lugar do medo. O ânimo expulsou a frustração e surgiu a Igreja. Conseqüentemente, os apóstolos se espalham pelo mundo anunciando Jesus Cristo, encarnado, morto e ressuscitado que está sentado a direita de Deus Pai. 

As comunidades construídas à volta de Jesus são animadas pelo Espírito. O Espírito é esse sopro de vida que transforma o barro inerte numa imagem de Deus, que transforma o egoísmo em amor partilhado, que transforma o orgulho em serviço simples e humilde… É Ele que nos faz vencer os medos, superar as covardias e fracassos, derrotar o ceticismo e a desilusão, reencontrar a orientação, readquirir a audácia profética, testemunhar o amor, sonhar com um mundo novo. É preciso ter consciência da presença contínua do Espírito em nós e nas nossas comunidades e estar atentos aos seus apelos, às suas indicações, aos seus questionamentos.

Diante dos tempos que vivemos urge celebrar bem a festa de Pentecostes, para ter o entusiasmo necessário. Isso porque o que mais falta no mundo é o ânimo e a unidade do Espírito Santo. Ele é o advogado e o animador, o unificador e santificador prometido por Jesus que fortalece a caminhada dos seus seguidores, neste mundo por dois mil anos de caminhada cristã. Que cada cristão possa acender ou fortalecer no seu coração o ânimo do Espírito Santo que conduz a Igreja. 

FORMAÇÃO DO CONSELHO DIOCESENO DE LEIGOS E ENCONTRO DE MINISTROS INSTITUÍDOS



Conselho Diocesano de Leigos: Sábado próximo estarão reunidos os representantes leigos dos setores da diocese. Os padres foram convidados a escolher junto aos CPPs (Conselho Pastoral Paroquial), alguns leigos para fazerem parte do Conselho Diocesano de Leigos. Este conselho tem como objetivo valorizar a participação do leigo na Igreja, além de dar espaço de participação e de comunhão com o laicato da diocese.



Encontro Diocesano dos Ministros Instituídos: 


As comunidades e paróquias já receberam as inscrições para participação no encontro de ministros instituídos. O encontro será no próximo domingo, dia 19, com início previsto para as 8h, na Escola Vocacional, em Jales. Como todos os anos a coordenação diocesana de ministério faz um encontro com os representantes dos ministros instituídos para continuar a formação dos leigos, além de ser um momento de troca de experiência e incentivo aos nossos ministros nas comunidades.

ELEITA NOVA PRESIDÊNCIA DO REGIONAL SUL 1


O arcebispo de São Paulo, cardeal Odilo Pedro Scherer, foi eleito na tarde de quarta-feira, 8, o novo presidente do Regional Sul 1 da CNBB (estado de São Paulo). A eleição aconteceu durante a 74ª Assembleia do Regional, que foi realizada de terça-feira, 7 até quinta-feira 9, em Aparecida (SP).

O bispo de São José dos Campos,  dom Moacir Silva, foi reeleito vice-presidente. Para secretário do Regional, a assembleia elegeu o bispo auxiliar da arquidiocese de São Paulo, dom Tarcísio Scaramussa.

Os trabalhos na quinta-feira pela manhã foi de definir o tema para a próxima Assembléia das Igrejas, marcada para o mês de outubro. O tema definido foi: Conversão Pastoral e as Implicações Pastorais para a Nova Evangelização. 

Uma celebração às 11h30 encerrou o encontro que reuniu 130 pessoas, entre bispos de todo o Estado de São Paulo, padres subsecretários das oitos sub-regiões pastorais do Regional (Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto I e II, São Paulo I e II e Sorocaba), coordenadores diocesanos de pastoral e responsáveis por Organismos do Regional  Sul 1 da CNBB.

fonte:  CNBB

NOVIDADES!!!!!!!!!!

 A partir deste ano, 2011, a equipe do programa "Diocese a Caminho" conta com um novo membro: o seminarista José Antonio Soares (natural de Jales, cursando o 3º ano de Filosofia), que está colaborando com o programa e apresentando juntamente com o padre Edvagner Tomás da Cruz (atual Coordenador Diocesano de Pastoral e Pároco da Paróquia São José Operário, Jales). 

Após sua ordenação presbiteral, o padre Rodolfo Cabrini de Oliveira, deixou de integrar a equipe do programa para assumir  outros compromissos relacionados ao seu novo estado de vida e também outros projetos de comunicação. Agora ele além de ser padre na Catedral, em Jales, é o coordenador diocesano da Patoral Litúrgica e apresenta diariamente o programa "Abrindo Caminhos", na rádio Assunção. Padre Rodolfo assume a produção e apresentação desse programa no lugar do padre Trindade (atual pároco da Paróquia Santo Antônio, Jales) que logo mais irá a Roma estudar. 


NOSSO BLOGUE - Depois de alguns meses sem postagens a equipe do programa  volta, com entusiasmo, a utilizar seu Blogue, observando a revolução propagada pela convergência digital. Realmente a internet é a "sacada da vez" deste nosso mundo pós-moderno cada vez mais "on-line" - "conectado". 
O blogue é, de fato, um dos instrumentos de comunicação que atualmente, cada vez mais, tem aberto novos horizontes no fazer comunicacional. 

Portanto...INTERNAUTAS - BLOGUEIROS DE PLANTÃO... sejam mais uma vez bem-vindos ao nosso lugar de comunicação dos fatos que marcam a nossa caminha de "ser" IGREJA!!!

Acompanhe também nossa programação na rádio Assunção AM - 740 khz. Todos os sábados. O programa começa às 8h e termina às 9h.

Paz e Bem!!!
postado por  José Antonio Soares